Diário Angolano

Voltar Está em... Início Opinião

Os artífices dos resgates contemporâneos.

Mapa-da-desigualdade-em-2013-11 – Na hora do passamento físico de Nelson Mandela, os povos de África, muito em particular os dos países que compuseram a Linha da Frente e o povo cubano, expressam as mais legítimas expressões de respeito e de dor, irmanados e solidários para com o povo e o estado sul-africano!

Que eternidade para Mandela? - II.

a89b2dabfe56fcb5734fc246980868b31dcd770a3 – Demorou alguns anos até se começarem a ouvir na África do Sul pessoas de consciência, capazes de assumirem posições claras em relação ao “apartheid institucional”, como em relação ao seu sucedâneo, o “apartheid social” ora em vigor a coberto da democracia representativa de 1 homem, 1 voto.

Ainda os votos de Portugal na ONU.

131206-MandelaBNa sexta-feira escrevi que "uma resolução de solidariedade com a luta do ANC e dos sul-africanos, que incluía um apelo para a libertação incondicional de Mandela", votada da Assembleia Geral da ONU, em 1987, teve o voto contrário de Portugal.

Mandela e Israel

1-4096-c5fca-3-7306cOs Ocidentais choram a morte de Nelson Mandela, com mais tristeza que a manifestada a propósito pelos Africanos. 

Basta de fundamentalismos!

Libya-pic-FOR-WEB-5801 – Em Angola a experiência relativa às ideologias e às práticas fundamentalistas não é algo novo.

O Papa Francisco e o capitalismo

2BFE9AFE6920A59F063A813668A6F41CAAB8846BD8BB72494FFB7029E7AB049ENo documento que o Papa Francisco acaba de publicar sobre a pobreza e a Igreja, parece haver um vislumbre de que este Papa queira ir um passo além.

2013: ponto de inflexão na longa decadência ocidental

beinstein dez13 1A  "crise global"  (ainda se continua a chamá-la assim) continua seu curso, vai-se aprofundando com o correr dos anos, deteriora as instituições das potências centrais, rompe os tecidos económicos e culturais que davam coesão a essas sociedades, deixa a descoberto como decadência, ou seja, como processo de deterioração geral irreversível.

Prefácio a "O Canto da Sereia".

james petrasEste livro, "O Canto da Sereia", é uma importante contribuição para a clarificação de várias questões políticas e académicas importantes. Antes de mais, os artigos analisam criticamente os novos instrumentos ideológicos, políticos e sociais utilizados pelas classes dirigentes para boicotar a luta de classes.

Mandela contra a escravidão

dee4183b3eece6f1f1fda5b7115d2824 LA figura de Mandela permanece como a do maior líder popular africano, porque tocou no tema essencial de todo o período histórico da colonização: a escravidão.

Império e Capital: O Império do Capital e o Capital do Império

imagesCASCOBJWI

Existe uma tendência dominante nas práticas administrativas governamentais (nas atitudes e comportamentos do Estado), no sentido de considerar os cidadãos como “estrangeiros”, factores descartáveis, elementos negociáveis nos grandes jogos geoestratégicos e/ou geoeconómicos.