Diário Angolano

Voltar Está em... Início Opinião

Lampedusa

naufragio-lampedusa-ritardo-soccorsiHá trinta anos, fugir do sistema político opressivo do seu país valia aos candidatos ao exílio os elogios dos países ricos e da imprensa.

Silenciosas cumplicidades

Habana-2-wreck1 – Se esperam que em Angola não hajam pessoas atentas, capazes de decifrar para além da ramagem das árvores e procurar sempre radiografá-las por inteiro, bem podem iludir-se.

Redução da pobreza

pobrezaA situação de pobreza absoluta ocorre quando um determinado indivíduo ou grupo se encontra num nível abaixo do rendimento mínimo, o que não lhes permite comprar bens essenciais.

“Os 400 mais ricos nos Estados Unidos têm mais riqueza do que 160 milhões de pessoas”

JAMESPETRAS1“A política económica, tanto de Barack Obama como do Congresso, não melhorou as reais taxas de desemprego nem reduziu as desigualdades” e “menos do 1% possui mais riqueza do que metade da população. A situação não poderia ser mais grave”.

A Civilização no cassino

cassinoInteresses econômicos, ideologia do livre-mercado e crença infinita na técnica bloqueiam ação contra mudança climática.

Escritora portuguesa diz que «Angola construiu-se como Estado extremamente autoritário»

escritora ptA investigadora e escritora portuguesa Margarida Paredes teve «o privilégio», há 38 anos, de assistir ao nascimento de Angola, lamentando hoje que o país pelo qual ajudou a lutar se tenha tornado «extremamente autoritário.

“Falta de tradução dificulta divulgação externa da literatura angolana” - Jacques dos Santos

falta traducao“A ausência efectiva de uma critica literária angolana e a falta de tradução das obras para outras linguas têm sido alguns dos factores de constrigimento da literatura angolana em Angola e fora do país”, considerou o escritor e editor literário Jacques dos Santos que animou nesta quinta-feira, na sede da Fundação Calouste Gulbenkian, em Paris, uma palestra sobre “O Percurso da Literatura Angolana”.

A ambiguidade feita cultura política

noticias destaque 5 abril 2010 021 – Os relacionamentos entre Portugal e Angola estão repletos de exemplos daqueles que, sendo dirigentes em Portugal, foram evidenciando ao longo dos tempos posições ambíguas senão mesmo retrógradas, contribuindo para ferir ou manchar os relacionamentos bilaterais depois da independência de Angola. 

Desamericanizar o mundo

chomsky 1 0A fonte imediata do desastre em Washington pode ser creditada à virada acentuada à direita dada pela classe política. 

Acerca dos nossos «saltos qualitativos» (2)

qualitativosNo texto inicial desta série de reflexões, referimos que a desvalorização, insensata, dos avanços indubitáveis registados por Angola em várias esferas da vida social, económica e, sobretudo, na construção civil e obras públicas podiam levar a um estado de imaginação negativa capaz de deformar o real, impedindo-nos de conhecer então, efectivamente, o país que temos.